Quanto o e-commerce brasileiro cresceu nos últimos anos

Quanto o e-commerce brasileiro cresceu nos últimos anos

Segundo pesquisas recentes, o e-commerce brasileiro tem registrado seus melhores meses da história de sua existência. Não é difícil adivinhar o motivo, afinal, os acessos a e-commerce alcançaram aumentos significativos. Todo esse crescimento não foi acelerado do nada, o isolamento social em decorrência do novo coronavírus repercutiu na explosão do e-commerce no país

A nova realidade de isolamento social, foi responsável por alterar padrões de trabalho e diversos outros hábitos da população. Nesse contexto, o comportamento do consumidor também mudou. Um número denso de pessoas, que antes não tinha muita confiança em comprar pela internet, passou a adotar, pela primeira vez, as compras online. Entretanto, os desafios passaram a ser maiores, principalmente para quem não estava confortável com o digital. Muitos e-commerces tiveram que reforçar sua estrutura, atendimento e processos internos para conseguir receber um grande volume de novos compradores.

Segundo entrevista à Forbes Brasil, Maurício Salvador, presidente da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, destacou que em crises passadas, não somente no Brasil, o e-commerce continuou em crescimento, driblando também a retração do PIB e outras dificuldades (características de uma crise). Ainda segundo ele, o consumidor incorporou a ideia (com razão) de que comprar na internet tem melhor custo-benefício comparado a loja física. Por essas e outras: e-commerce brasileiro, agora é a sua vez! 

Crescimento do e-commerce nos últimos anos

Se por um lado, lojas físicas e shopping centers foram atingidos em cheio pela pandemia, que agora está reabrindo gradativa e parcialmente no Brasil, por outro, o e-commerce brasileiro está em contínuo crescimento. Esse é um dos setores que não pára de crescer e mudou para sempre o hábito de compras do consumidor. 

A verdade é que, pessoas que experimentaram as compras online pela primeira vez, dificilmente vão voltar atrás. A tendência é que se intensifique este meio de compra, seguindo os passos de países como Estados Unidos, França e Reino Unido. Nesses países, o e-commerce já é mais consolidado. Apesar de todos os desafios colocados para negócios brasileiros, o coronavírus acelerou um movimento e a evolução da presença digital em nosso país.

As mudanças no comportamento do consumidor já estavam sendo sentidas a um tempo, antes da Covid-19. Porém, podemos dizer que a pandemia trouxe uma mudança via ‘’tratamento de choque’’ na forma como vivemos e nos relacionamos. Se já estávamos sentindo essas mudanças, com a pandemia esse movimento se intensificou e tem se colocado como mais eficiente. Na prática, a experiência do usuário é favorecida, que consegue achar o que procura muito mais facilmente. 

Grandes varejistas registraram um salto no e-commerce

Segundo relatórios de pesquisa, sites de e-commerce tiveram 15 bilhões de acessos no Brasil nos últimos 12 meses. Para você ter uma ideia, entre janeiro de 2020 e julho do mesmo ano, foram mais de 8 bilhões de acessos. Além disso, veja só a taxa de crescimento de lojas do Brasil de acordo com uma comparação entre fevereiro e julho do mesmo ano:

  • Mercado Livre: 18%;
  • Americanas: 38%;
  • Amazon Brasil: 46%;
  • Casas Bahia: 67%.

Todas as taxas de crescimento são altas, mas a Casas Bahia, uma das maiores redes varejistas do país, registrou o maior salto de crescimento: 67%. Esse crescimento esteve respaldado nos mais de 54 milhões de acessos em julho de 2020. 

Um dos motivos para o alto crescimento pode também ser justificado, para além da nova dinâmica de compra do consumidor, a reestruturação da Via Varejo, grupo por trás da marca, que criou novas alternativas para que os clientes continuassem fazendo compras de maneira remota. Entre as inovações, o WhatsApp foi uma delas.

Esteja preparado: esse é apenas o começo

Todos os números que colocamos nesse conteúdo mostram que a pandemia impulsionou o e-commerce brasileiro. Além disso, acelerou a adoção de novas ferramentas, e transformou os hábitos dos consumidores para sempre. Com essa nova realidade, mais do que nunca, empresas dos mais diversos setores precisaram se adaptar, aprimorar seus processos e fazer investimentos para suprir o crescimento da demanda nos últimos meses. Mas aguarde que vai mais por aí, esse é só o começo.

No Brasil, o e-commerce tende a crescer cada vez mais. Estamos falando da era de transformação digital, para isso, é preciso estar presente nesse meio e melhorar sua performance. É um grande momento de mudanças. 

Como escolher a plataforma de e-commerce certa?

Antes até era recorrente ouvirmos falar do crescimento do comércio eletrônico como algo futuro. Mas vale destacar que, com a pandemia do coronavírus, o crescimento de e-commerces foi ainda mais acelerado. Com isso, escolher a plataforma de e-commerce ideal para o seu negócio é fundamental para não perder público para a concorrência.

Eleger a plataforma de e-commerce adequada nem sempre é uma tarefa fácil, mas uma coisa é certa: pode fazer toda a diferença, e não apenas no que diz respeito ao volume de vendas, e sim quanto à experiência do cliente e, em última parte, à credibilidade da sua marca no mercado, que por sinal, está mais competitivo.

Infracommerce: plataforma de e-commerce brasileira

A plataforma da Infracommerce foi desenvolvida com o objetivo de otimizar seu e-commerce, resultados e métricas, com toda dinâmica do Full Service . Tendo a missão de gerar mais vendas e conversões através de uma plataforma multicanal, com disponibilidade 24h, além de soluções modernas e únicas no mercado brasileiro.

Quer mais dicas para seu negócio? Continue acompanhando nosso blog para receber novidades! 




Fale com um especialista

Leia também

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Já ouviu falar da estratégia multi warehouse? Essa é uma das soluções para ter um Fulfillment gerenciado. Entenda como funciona o processo e como aplicar.

Acessar
Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Veja as diferenças entre marketplace e marketing digital. Duas modalidades ideais para qualquer negócio online ter sucesso no processo de vendas.

Acessar
Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evitar a ruptura de estoque no seu negócio utilizando os serviços da InfraLog. A solução Infracommerce que disponibiliza a gestão completa do seu estoque!

Acessar

Explore todos os assuntos do Blog

Revolucione sua
Customer Experience!


Descubra qual solução Infracommerce é a ideal para o sucesso do seu negócio.

Preencha o formulário abaixo que nossa equipe
entrará em contato para mais informações








Obrigado! Seu contato foi enviado com sucesso!
Oops! Algo deu errado, tente novamente.