Quais cuidados tomar com o pix para e-commerce

Quais cuidados tomar com o pix para e-commerce

O Pix para e-commerce é fundamental para o seu negócio. Neste artigo daremos algumas dicas sobre os cuidados que você deve ter para evitar complicações.

Criado pelo Banco Central para facilitar e agilizar os pagamentos digitais, o Pix conquistou a preferência de consumidores e lojistas.

No entanto, com a popularidade do Pix, pessoas mal intencionadas também aproveitaram esse método de pagamento para realizar diferentes golpes.

Portanto, se você deseja proteger seu negócio e seus clientes dos golpes de Pix para e-commerce, você precisa entender como eles funcionam e tomar alguns cuidados para evitá-los. Aprenda como fazer isso abaixo!

Benefícios do Pix para e-commerce

O Pix foi projetado para ser uma alternativa que as pessoas podem usar, oferecendo algumas vantagens em relação aos métodos tradicionais. Por exemplo, não é necessário saber onde a outra parte tem uma conta. Você pode usar o Pix para transferir por meio de um telefone da sua lista de contatos.

Outra característica é que o Pix pode ser feito a partir de uma conta corrente, conta poupança ou conta pré-paga. Na prática, o sistema ajuda a melhorar a competitividade da sua empresa, pois estimula a inclusão financeira, uma vez que qualquer pessoa pode realizar seus pagamentos através do celular.

Além disso, é gratuito e promove uma maior utilização dos meios de pagamento eletrônicos. Isso significa atender seu público com mais eficiência.

De acordo com o Banco Central, todas as movimentações feitas por meio do Pix para e-commerce são seguras e confiáveis. No entanto, apesar de todos os mecanismos de segurança do sistema, não se deve relaxar com os cuidados na hora de usar o Pix.

Saiba quais são os cuidados com Pix para e-commerce

Você pode usar o Pix com tranquilidade, mas nunca é demais se precaver. Use sempre a tecnologia a seu favor para proteger sua loja virtual.

  • Tenha um sistema antifraude

A tecnologia está aí para proteger seu e-commerce. Investir em um bom sistema antifraude vai evitar muita dor de cabeça. Assim, conte com a ajuda da Inteligência Artificial para proteger seu negócio e, inclusive, as transações via Pix para e-commerce.

Isso é importante porque muitos golpistas usam as facilidades fornecidas pelo Pix (como velocidade de pagamento) para criar códigos QR falsos. No entanto, existem algumas precauções que você pode tomar para proteger seu e-commerce de criminosos.

Uma boa dica é explicar ao seu público como identificar o QR code real da sua loja virtual. Dessa forma, seus clientes saberão a diferença dos códigos QR falsos.

Outra boa opção é usar um código QR dinâmico, que é gerado a cada venda e é invalidado após o uso. Um bom sistema antifraude pode identificar se sua loja pode ser alvo de golpistas.

Contudo, o pix para e-commerce é um meio de pagamento seguro por natureza, algumas premissas foram especificamente criadas para garantir a segurança dos usuários do pagamento instantâneo. Confira a seguir:

  • Segurança de dados pessoais

O Diretório de Identificadores de Contas Transacionais (DICT), responsável pelo armazenamento de informações das chaves Pix, trabalha por meio de criptografia e conta com mecanismos de proteção que impedem varreduras das informações pessoais e “marcadores de fraude” que, em caso de suspeita de fraude, acionam todas as instituições participantes do sistema.

  • Rastreabilidade

Todas as transações são rastreadas, assim como em outros meios eletrônicos.

  • Autenticação digital

A identidade do pagador é validada pela sua instituição de pagamento (bancos) de forma digital, seja por senha, biometria, token etc.

  • Criptografia

Todos os dados de transação são criptografados e trafegam na Rede do Sistema Financeiro Nacional.

  • Limite para transação

Agora, todas as transações via Pix feitas entre 20h e 6h por pessoa física contam com o limite de R$ 1 mil. Esse limite também pode ser personalizado pelo usuário junto à sua instituição.

  • Devolução

Dependendo do caso, é possível conseguir a devolução. As instituições financeiras podem avaliar individualmente cada caso.

Ela funciona em situações específicas: quando há suspeita do uso do Pix para fraudes; e em falha operacional no sistema de qualquer dos participantes envolvidos na transação.

Golpes envolvendo o Pix para e-commerce

O comércio eletrônico no Brasil tem experimentado um rápido crescimento desde a pandemia de Covid-19. Vender online tornou-se um negócio muito lucrativo. Por outro lado, à medida que esse mercado cresce, crescem também as fraudes em sistemas envolvendo tecnologia.

Em outras palavras, os golpistas estão começando a tomar ações mais agressivas por meio da tecnologia para capturar novas vítimas. Tanto que o Banco Central até lançou uma campanha para alertar a população.

Com o slogan “O Pix é novo, mas os golpes são antigos”, o Banco fez um rigoroso alerta para que os usuários fiquem atentos na hora de usar o sistema. Portanto, é bom estar sempre atento à segurança do pix para e-commerce.

Como funciona a segurança com o Pix?

O pagamento via Pix facilitou a aplicação de golpes, já que se trata de uma forma extremamente ágil para a realização de transferência de valores. As transações são efetivadas, porém as empresas devem estar sempre atentas à titularidade das compras, evitando serem coniventes com a prática de crimes.

É importante destacar que o pagamento via Pix para e-commerce não possui um recurso de chargeback, como nos cartões de crédito. Em caso de uma fraude financeira comprovada, a instituição financeira pode tomar medidas legais para que o valor seja bloqueado e, em seguida, estornado. 

De modo geral, isso significa que uma vez enviada a transferência, ela não pode ser revertida pelo próprio consumidor. Entretanto, se for comprovada fraude financeira, a instituição financeira poderá tomar providências legais para impedir que a transferência seja efetivada.

Apesar do risco de chargeback ser muito menor do que no cartão de crédito, as empresas, principalmente aquelas que possuem e-commerce, devem estar preparadas para se depararem com frequentes tentativas de aplicação de golpes contendo transações realizadas de forma indevida.

Caso haja qualquer dúvida sobre a transação, é sempre possível que as empresas entrem em contato com o consumidor para esclarecer quaisquer questionamentos, a fim de evitar golpes e garantir a segurança das transações. 

Este artigo foi útil? Continue nos acompanhando para ter acesso a mais conteúdos como este. Entre em contato conosco para conhecer as soluções de pagamento da Infracommerce!

Fale com um especialista

Leia também

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Já ouviu falar da estratégia multi warehouse? Essa é uma das soluções para ter um Fulfillment gerenciado. Entenda como funciona o processo e como aplicar.

Acessar
Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Veja as diferenças entre marketplace e marketing digital. Duas modalidades ideais para qualquer negócio online ter sucesso no processo de vendas.

Acessar
Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evitar a ruptura de estoque no seu negócio utilizando os serviços da InfraLog. A solução Infracommerce que disponibiliza a gestão completa do seu estoque!

Acessar

Explore todos os assuntos do Blog

Revolucione sua
Customer Experience!


Descubra qual solução Infracommerce é a ideal para o sucesso do seu negócio.

Preencha o formulário abaixo que nossa equipe
entrará em contato para mais informações








Obrigado! Seu contato foi enviado com sucesso!
Oops! Algo deu errado, tente novamente.