OTIF: como analisar esse indicador

OTIF: como analisar esse indicador

Se tratando do setor logístico, para que um negócio tenha sucesso é necessário cumprir os prazos e entrega de produtos ao cliente de maneira correta. 

Apesar de parecer simples cumprir com esse processo, existem diversas variáveis que podem atrapalhar o encaminhamento das tarefas. Se faltar alguma informação no pedido do consumidor, por exemplo, o resultado do trabalho já não será 100% satisfatório.

Deve ser levado em consideração também que a competitividade do mercado atual não permite falhas. Por conta disso, os gestores buscam técnicas para otimizar e monitorar a entrega de produtos do início ao fim. Trata-se aqui de um indicador muito utilizado para medir o desempenho da logística empresarial: OTIF (On Time In Full).

Ou seja, o indicador OTIF é responsável por criar oportunidades de melhorar seus processos e se destacar frente aos concorrentes. Continue a leitura e saiba como analisar esse indicador!

O que é o indicador OTIF?

Ao pé da letra, o conceito de OTIF significa entregar ao cliente o produto correto, e dentro do prazo esperado. Contudo, essa sigla vai muito além disso, pois estrategicamente pode cumprir um papel muito importante para o compromisso da empresa com o consumidor.

O OTIF é composto por duas métricas: On Time e In Full. No primeiro caso, acontece quando a empresa entrega a carga no tempo estipulado, ela está “On Time”. Já “In Full” significa que o cliente recebeu a quantidade exata dos itens solicitados na compra.

O status ‘’On Time’’ representa os produtos que devem ser entregues em determinado dia, horário e local, acordados com o cliente. No in full, os produtos e serviços que devem atender às características e especificações combinadas com o consumidor (quantidade; dimensões; qualidade; perfeito estado de conservação.)

Com isso, se não houver atrasos ou adiantamentos, pode-se dizer que você está On Time. Agora, o indicador In full é quando se entrega exatamente o que foi solicitado. Dessa maneira, OTIF também pode ser definido como o grau de compromisso que sua empresa tem com os clientes.

A finalidade do OTIF é avaliar toda a produção de uma empresa, desde a encomenda dos produtos, passando pela padronização da ordem de serviço e os níveis de estoque, até a entrega ao consumidor final.

O grande benefício ao implementar esse indicador é a facilidade para a gestão logística, assim, evita-se falhas na entrega e contribui para o desenvolvimento saudável de um negócio moderno. Não à toa, é importante que as duas métricas (tempo e quantidade) sejam trabalhadas em conjunto.

Como calcular o OTIF?

O cálculo do OTIF é feito a partir da ‘’compilação’’ dos pedidos dos últimos 12 meses. Depois, deve separá-los em três categorias: atendido no prazo, entregue sem erro, e completo, ou seja, cumpriu todas as especificações do cliente.

Vamos supor que o resultado da divisão de pedidos (seguindo o que foi indicado acima) foi: 86% (atendidos no prazo), 76% (sem erros de entrega) e 90% (completo). Dessa forma, para estabelecer o OTIF da organização, o gestor logístico deve multiplicar os três números e dividir o resultado por 100.

Com o exemplo que descrevemos acima, o valor do índice é de 58,82%. Ou seja, o ideal para os negócios é que alcancem 100% de entregas On Time In Full.

Principais benefícios do OTIF para seu negócio

Apesar do uso inicial do OTIF parecer ser uma atividade complexa e demorada, é possível agilizar esse processo. O processo é complexo devido aos muitos dados para coletar, além da necessidade de capacitar a equipe. 

No entanto, é possível agilizar esse processo a partir de duas regras: definir com clareza a data de entrega e documentar todos os motivos do não recebimento ou da falha da mercadoria.

Quando é passada a fase de implementação, este KPI (Key Performance Indicator) traz os seguintes benefícios para gestores logísticos:

  • Aumenta a performance da entrega;
  • Eleva a satisfação dos clientes;
  • Transformações disruptivas de cultura logística da empresa;
  • Melhora os processos de envio e recebimento de produtos;
  • Otimiza a comunicação entre os departamentos;
  • Amplia a eficiência da entrega;
  • Reduz os gastos logísticos.

Como a integração logística pode aumentar vendas e reduzir custos?

A integração logística tem apontado soluções quanto a metas e resultados. O primeiro passo para incorporá-lo é ter um bom planejamento estratégico, além de ser envolvido com gestão de pessoas, fornecer capacitação para a equipe e investir em boas estratégias de marketing. É como um kit de sobrevivência para os tempos modernos. 

Na logística, confiar na tecnologia a partir da integração de processos é o caminho que irá permitir uma otimização de fluxos e redução de custos.

Caso a questão seja a importância de uma boa gestão para os processos logísticos, existem soluções que permitem a otimização e a redução de custos, e assim resultam na otimização das atividades logísticas. Somente através de uma gestão eficiente que será possível ter esse ganho para uma indústria ou empresa, que irá aumentar o tempo útil das operações do cotidiano.

O que deve ficar claro é que de nada adianta absorver boas ações de marketing, por exemplo, se por outro lado as atividades de rotina realizadas por sua equipe trazem gastos exorbitantes. Diante disso, é essencial entender e colocar em atividade as melhores práticas de logística, assim como identificar quais são os principais gargalos de suas operações e se há queixas de seus funcionários. Se tratando das pontuações dos colaboradores de seu negócio, estar atento aos seus trabalhos é ter um quadro de funcionários mais engajado. A integração dos processos logísticos é vital! 

Gostou do conteúdo?

Continue acompanhando o blog e receba mais dicas para seu negócio! 


Fale com um especialista

Leia também

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Já ouviu falar da estratégia multi warehouse? Essa é uma das soluções para ter um Fulfillment gerenciado. Entenda como funciona o processo e como aplicar.

Acessar
Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Veja as diferenças entre marketplace e marketing digital. Duas modalidades ideais para qualquer negócio online ter sucesso no processo de vendas.

Acessar
Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evitar a ruptura de estoque no seu negócio utilizando os serviços da InfraLog. A solução Infracommerce que disponibiliza a gestão completa do seu estoque!

Acessar

Explore todos os assuntos do Blog

Revolucione sua
Customer Experience!


Descubra qual solução Infracommerce é a ideal para o sucesso do seu negócio.

Preencha o formulário abaixo que nossa equipe
entrará em contato para mais informações








Obrigado! Seu contato foi enviado com sucesso!
Oops! Algo deu errado, tente novamente.