O crescimento do e-commerce no mercado latino-americanos

O crescimento do e-commerce no mercado latino-americanos

O crescimento do e-commerce tem surpreendido muitas pessoas. E os empreendedores que buscam sucesso precisam estar por dentro do assunto.

Os números têm demonstrado constantemente que o crescimento do e-commerce no mercado deve continuar incentivando os empreendedores por muito tempo.

É o que apontam diversas pesquisas divulgadas nos últimos tempos mostrando que as vendas, pedidos e contas do e-commerce estão em alta em todos os lugares, inclusive no mercado latino-americano.

Neste artigo, vamos falar muito mais sobre o crescimento do e-commerce e o impacto que isso tem no comportamento do consumidor de forma bem simples e resumida.

Portanto, continue lendo e saiba por que vale a pena aproveitar a onda de crescimento do e-commerce no mercado.

Expansão do e-commerce no mercado latino-americano

O crescimento do e-commerce é baseado em um amplo leque, com todos os mercados da América Latina neste artigo seguimos algumas tendências que projetam um crescimento anual de dois dígitos no setor até 2025, incluindo os maiores mercados da região, isto é, Brasil (18%) e México (17%).

  • Crescimento do e-commerce no Brasil

O Brasil é a maior economia da América Latina e continua a experimentar um rápido crescimento do e-commerce, com 16% de aumento em relação ao ano anterior em 2021. Segundo o levantamento, as vendas do e-commerce no Brasil, por sua vez, devem avançar 95% até 2025.

  • Alta das PMEs no e-commerce brasileiro

Um ponto muito muito interessante é o fato do crescimento das Pequenas e Médias Empresas (PMEs) no comércio eletrônico do Brasil.

O total de vendas alcançando foi de R$573,2 milhões. Setores como Moda já realizam vendas por comandos de voz e os acessórios lideram as vendas. Os números também revelaram que o volume de pedidos online cresceu 14% nesse trimestre em relação aos dados trimestrais do mesmo período em 2021. Já o total de produtos vendidos chegou a 10,7 milhões, 12% maior que no mesmo momento de 2021.

Impacto das novas formas de pagamento

Várias são as razões que levam o consumidor a migrar do dinheiro em espécie e cartões de crédito para carteiras digitais e BNPL (do inglês Buy Now, Pay Later). 

Os fatores que contribuem para a redução da participação dos cartões de crédito, por exemplo, incluem o aumento de métodos de pagamento alternativos, a migração de volume para carteiras digitais vinculadas a crédito e débito, os consumidores optando por crédito sem juros na forma de BNPL e mercados verticais centrados em crédito.

As carteiras digitais representaram 19,2% dos gastos no comércio eletrônico da América Latina em 2021. A projeção é ampliar para 25% o valor das transações até 2025. 

Os mexicanos foram os que mais fizeram transações por meio das carteiras digitais na região, representando cerca de 27% do valor das transações em 2021 e a perspectiva é que se aproximem de 36% de participação até 2025.

As transferências bancárias representaram 9,7% dos gastos regionais no comércio eletrônico em 2021, com projeção semelhante (9,4%) até 2025. Porém, seu uso assume trajetórias variadas. 

Há estimativa de queda, no Peru, de 8,8% em 2021 para 3,8% em 2025, e na Colômbia de 16,5% para menos de 10% nos mesmos períodos. No Brasil, com a introdução do sistema de pagamento instantâneo Pix, a previsão é que as transferências bancárias subam de 10,9% para quase 18% em 2025.

As opções de BNPL começam a ganhar tração no comércio eletrônico da América Latina. Os valores das transações permanecem baixos – abaixo de 1% –, mas as taxas de crescimento são uma das mais rápidas do mundo. 

Estima-se um aumento de 98% de 2021 a 2025, quando o método passará a responder por aproximadamente 2,2% do valor das transações no e-commerce latino-americano.

O comportamento dos consumidores com o crescimento do e-commerce

Em relação aos consumidores já existem 87,7 milhões de compradores online no país.

Desse total aferido em 2021, 10% são consumidores novos, que nunca haviam comprado pela internet antes — um total de 12,9 milhões de pessoas.

Para efeitos comparativos, em 2020, foram contabilizados 79,7 milhões de e-consumidores, dos quais 29% eram novos nas compras online.

Os resultados podem indicar que os consumidores online estão se consolidando no país e se tornando clientes recorrentes das lojas virtuais.

  • Importância do mobile

Os pedidos via dispositivos móveis já vinham tendo impacto no crescimento do e-commerce e tiveram mais um salto em 2021.

No total, 59% das compras online foram via mobile, contra 41% de compras via desktop. Em 2020, essa divisão era de 44% para desktop e 56% para mobile.

No total, o número de pedidos por dispositivos móveis chegou a 239,6 milhões, o que representa um crescimento de 24% em relação a 2020.

Já o ticket médio de mobile fechou em R$398, em comparação com R$377 de 2020 — um aumento de 6%. E conforme os comportamentos dos clientes foram se moldando mais compras foram realizadas através do mobile.

Crescimento do e-commerce: o que esperar do futuro? 

A essa altura do conteúdo, você deve estar se perguntando: Depois da epidemia, com a retomada do varejo físico, como será o futuro do e-commerce?

Na verdade, as compras presenciais estão em alta novamente. No entanto, isso não significa o fim do consumo online. Pelo contrário, a estabilidade do crescimento do e-commerce comprova que essa é uma tendência.

No entanto, dado o retorno do comércio físico, é necessário encontrar maneiras de oferecer aos clientes uma experiência mais tranquila. Nesse caso, a melhor solução é o varejo omnichannel, que integra todos os canais físicos e digitais de uma marca.

A partir dos dados que trouxemos sobre o e-commerce no mercado latino-americano, podemos perceber que o comércio eletrônico é um mercado em ampla expansão e com muitas oportunidades.

Quer fazer parte dessa estatística de sucesso? Conte com a Infracommerce para seu e-commerce evoluir nos próximos anos!

Fale com um especialista

Leia também

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Já ouviu falar da estratégia multi warehouse? Essa é uma das soluções para ter um Fulfillment gerenciado. Entenda como funciona o processo e como aplicar.

Acessar
Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Veja as diferenças entre marketplace e marketing digital. Duas modalidades ideais para qualquer negócio online ter sucesso no processo de vendas.

Acessar
Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evitar a ruptura de estoque no seu negócio utilizando os serviços da InfraLog. A solução Infracommerce que disponibiliza a gestão completa do seu estoque!

Acessar

Explore todos os assuntos do Blog

Revolucione sua
Customer Experience!


Descubra qual solução Infracommerce é a ideal para o sucesso do seu negócio.

Preencha o formulário abaixo que nossa equipe
entrará em contato para mais informações








Obrigado! Seu contato foi enviado com sucesso!
Oops! Algo deu errado, tente novamente.