KPIs Logísticos: o que é e principais indicadores de desempenho

KPIs Logísticos: o que é e principais indicadores de desempenho

Como saber se sua cadeia de suprimentos está funcionando bem, se está melhorando ou piorando?

Muitos gestores ainda têm dúvidas sobre o uso de indicadores de desempenho em operações logísticas.

Quais usar? Quanto você quer usar? Como usar? Afinal, como medir o desempenho logístico?

Se este for o seu caso, este artigo foi escrito para você.

Continue lendo e entenda o que são os indicadores de desempenho logístico, a importância deles para o negócio e os principais indicadores que você pode utilizar na sua empresa.

O que são KPIs logísticos?

Os KPIs Logísticos, ou indicadores de desempenho, são usados ​​para rastrear, visualizar e otimizar todos os processos relacionados ao departamento de logística. Portanto, o uso de KPIs logísticos garante que você sempre avalie seu desempenho em relação a benchmarks estáticos. Dessa forma, as flutuações são imediatamente visíveis e, se o desempenho se mover na direção errada, você pode responder rapidamente fazendo os ajustes necessários.

Esses indicadores são usados ​​para medir o nível de serviço em diferentes processos logísticos. Dessa forma, mostram quais situações-chave merecem mais atenção dos gestores.

A definição de indicadores de desempenho logístico depende das características gerais de sua empresa e de sua composição logística.

Nesse sentido, é necessário considerar os seguintes fatores:

  • Estoque;
  • Transporte;
  • A segurança da carga.

Por exemplo, se as mercadorias são transportadas por estrada, é interessante não apenas usar a taxa de entrega atrasada como indicador, mas também a taxa de acidentes como o indicador.

Aqui estão algumas das principais vantagens que o uso de indicadores de desempenho logístico pode trazer para o seu negócio.

Benefícios dos KPIs logísticos

Veja alguns dos benefícios de usar indicadores de logística:

  • Identificação de gargalos na qualidade;
  • Redução de custos;
  • Maior produtividade;
  • Tomadas de decisão bem fundamentadas e mais assertivas;
  • Aumento da segurança;
  • Maior satisfação do consumidor final;
  • Aumento da capacidade de atendimento.

5 exemplos de indicadores de desempenho logístico

Agora que você sabe o que são indicadores de desempenho logístico e suas principais vantagens para o seu negócio, confira alguns exemplos de KPIs, você pode implementar diferentes tipos de KPIs logísticos em sua empresa.

1 – Entregas dentro do prazo

O objetivo deste indicador é identificar problemas potenciais no processo de atendimento de pedidos.

Refere-se à relação entre o pedido entregue dentro do tempo especificado e o pedido total.

Portanto, quando esse KPI é muito baixo, significa que há um problema no programa que precisa ser corrigido.

Por exemplo: planos desatualizados, sistemas de recebimento de pedidos insuficientes para a escala de demanda, etc.

O cálculo é o seguinte:

Entrega dentro do prazo / entrega total * 100

O ideal é manter esse percentual acima de 90%.

2 – Perfect Order Rate

Aqui, o grau de acidentes desde o transporte até a entrega do pedido é monitorado.

Em termos de eficiência da cadeia de suprimentos, a taxa de pedidos perfeita é outro indicador de logística muito importante. Este indicador mede a quantidade de pedidos processados, transportados e entregues sem acidentes no caminho.

Por exemplo: atrasos, pedidos errados, mercadorias danificadas, etc.

POR é um KPI importante porque mostra a eficiência de sua cadeia de suprimentos e serviços de entrega. É claro que isso deixará clientes mais satisfeitos, que estarão, portanto, dispostos a voltar ou recomendar seus serviços.

Quanto maior essa taxa, mais benéfico para o seu negócio. Desta forma, você reduzirá as perdas causadas por devoluções imprecisas ou danificadas e aumentará a satisfação de sua base de clientes.

3 – Tempo Médio de Entrega

Usando essa métrica, você pode rastrear o tempo que leva para um pedido ser devidamente preparado para chegar ao seu destino.

O tempo médio de entrega refere-se ao tempo desde a colocação do pedido até a entrega ao cliente.

Ao adotar esse indicador, você pode fornecer prazos aos clientes com mais precisão. Por exemplo, é melhor dizer que o pedido chegará entre 4 e 5 dias úteis do que dizer que chegará entre 1 e 5 dias úteis.

Da mesma forma, especificar um horário de entrega entre 13h e 15h em vez de entre 8h e 18h também é muito eficaz.

Este é um exemplo típico de KPIs logísticos que encurta o tempo de entrega.

4 – Custos de Transporte

Acompanhe todos os custos desde o pedido até a entrega.

O código de custo de transporte calcula o custo total envolvido no processamento de um pedido do início ao fim.

Por esse motivo, é recomendável dividir os custos em diferentes categorias: processamento de pedidos, gerenciamento, estoque, armazenamento e, finalmente, custos reais de transporte.

Depois de calcular tudo isso, você pode avaliar a porcentagem representada por cada etapa do processo para ver se é muito ou se está dentro da faixa normal.

Você também pode calcular o custo de transporte do produto e ver quanto custa o item em comparação com a receita que ele gera.

O objetivo é reduzir os custos de transporte e, ao mesmo tempo, manter entregas de alta qualidade.

5 – Custos de Armazenagem

Os custos de armazenamento referem-se aos fundos alocados para as mercadorias que entram e saem do armazém.

Essas despesas incluem custos de equipamento e energia, como pedido, armazenamento e carregamento de mercadorias, e mais custos de mão de obra, como mão de obra, transporte ou entrega.

Como os depósitos são uma área importante do seu negócio, é importante medir e revisar os custos regularmente para melhorar as operações e avaliar essas melhorias.

Medir esse indicador não é fácil. Mas, depois de concluído, ele tornará sua gestão geral mais fácil e agregará muito valor, algo que a alta administração ou os investidores irão apreciar.

O que achou deste artigo? Para mais conteúdos como este, continue nos acompanhando e acesse nossos artigos mais recentes. 

Conheça as soluções da Infracommerce!


Fale com um especialista

Leia também

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Já ouviu falar da estratégia multi warehouse? Essa é uma das soluções para ter um Fulfillment gerenciado. Entenda como funciona o processo e como aplicar.

Acessar
Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Veja as diferenças entre marketplace e marketing digital. Duas modalidades ideais para qualquer negócio online ter sucesso no processo de vendas.

Acessar
Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evitar a ruptura de estoque no seu negócio utilizando os serviços da InfraLog. A solução Infracommerce que disponibiliza a gestão completa do seu estoque!

Acessar

Explore todos os assuntos do Blog

Revolucione sua
Customer Experience!


Descubra qual solução Infracommerce é a ideal para o sucesso do seu negócio.

Preencha o formulário abaixo que nossa equipe
entrará em contato para mais informações








Obrigado! Seu contato foi enviado com sucesso!
Oops! Algo deu errado, tente novamente.