Já ouviu falar em Fintech? Saiba o que é e como funciona

Já ouviu falar em Fintech? Saiba o que é e como funciona

Você já ouviu falar em Fintech? Se não, é hora de aprender mais sobre o termo que está revolucionando os mercados financeiros globais.

A ideia principal da fintech é a praticidade. Ou seja, resolver todos os serviços burocráticos e caros das instituições financeiras através de uma empresa mais simples e barata.

Quer saber mais sobre fintech? Continue a leitura que vamos explicar tudo!

O que é uma Fintech?

O termo fintech originou-se na interseção das palavras finanças e tecnologia. Pode-se dizer que a Fintech nada mais é do que uma startup que busca otimizar serviços no setor financeiro.

Mas você deve estar se perguntando: por que essas empresas estão operando com um custo muito menor do que os bancos tradicionais? Isso é possível porque eles são capazes de utilizar tecnologias que aumentam a eficiência do processo.

Para se tornar membro da Associação Brasileira de Fintechs, a empresa precisa ter embasamento tecnológico e um modelo de negócios altamente escalável. Portanto, podemos definir FinTech como uma organização que utiliza a tecnologia para otimizar processos financeiros, implementar novos produtos e processos ou melhorar produtos e processos existentes.

Embora seja difícil superar os bancos tradicionais, as fintechs podem oferecer serviços mais profissionais com menor custo e menos burocracia.

Como as Fintech funcionam?

Fintech é como uma startup clássica com o cliente no centro de sua estratégia de negócios.

O fato de serem em sua maioria virtuais nos dá uma ideia de como esse tipo de empresa consegue praticar preços e taxas abaixo do que o mercado costuma cobrar.

Tipos de Fintech que existem no mercado

Agora que você já sabe o que é fintech, vamos delinear suas principais áreas de atuação. Conheça os oito tipos de fintechs abaixo e descubra como elas podem fazer parte da sua vida e do seu negócio.

  1. Investimentos

As fintechs de investimento auxiliam quem tem um capital disponível, mas não tem experiência no mercado financeiro, para tomar melhores decisões com ajuda de robôs e algoritmos.

Entretanto, por outro lado, as pessoas que entendem muito do assunto também podem se beneficiar desse serviço que os transformam em negociadores no mercado, ajudando-os a realizar seus negócios com menos burocracia.

  1. Empréstimos

As fintechs de empréstimo liberam o valor que você necessita após uma análise dos documentos. Caso seja aprovado, o dinheiro é liberado de forma rápida e segura.  

  1. Meios de pagamento

Esse é o tipo de fintech mais comum no Brasil. Eles atuam como intermediários e facilitadores de pagamentos, ajudando as empresas a vender mais produtos e ajudando os consumidores a comprar com mais facilidade, rapidez e rapidez. Essas fintechs atende empresas e pessoas físicas. Exemplos: PagSeguro e Mercado Pago.

  1. Gestão financeira

As fintechs de gestão financeira realizam a contabilidade, finanças empresariais e pessoais e outros serviços. Tudo automatizado e acessível pela nuvem.

  1. Seguros

A FinTech fornece cotações instantâneas e comparações entre diferentes seguradoras para encontrar a solução ideal para suas necessidades.

  1. Blockchain e Bitcoins

É uma nova maneira de fazer negócios, através das fintechs de blockchain e bitcoins, capazes de celebrar contratos e trocar valores, sem a interferência de bancos ou mesmo autoridades monetárias.

  1. Eficiência financeira

Esse tipo de Fintech é especializada em ajudar empresas a terem mais segurança em suas transações. Dessa maneira, elas verificam a identidade dos agentes financeiros e previnem fraudes, tudo com auxílio de tecnologia.

  1. Crowdfunding

Esse tipo de fintech nada mais é do que sites onde empreendedores expõem suas ideias de negócio e recebem dinheiro de forma colaborativa de interessados para que ele saia do papel. 

Quais serviços uma Fintech oferece?

Como você descobriu acima, existem diversos tipos de fintechs que oferecem a maior variedade de serviços. Vamos falar sobre cada um deles agora.Selecionamos abaixo algumas das principais características da fintech brasileira. Confira!

Conta bancária digital

Com a FinTech, é possível configurar uma conta corrente digital para pessoas físicas e jurídicas sem burocracia e com todas as funcionalidades da versão tradicional. Ou seja, você pode fazer todas as suas transações financeiras pelo celular, computador ou tablet.

Empréstimos

Com as fintechs já é possível solicitar empréstimos 100% online, sem precisar ir até a instituição financeira. Dessa maneira, o cliente recebe o dinheiro de forma rápida, além de ter baixas taxas de juros. 

Cartão de crédito

Ter um cartão de crédito sem anuidade e juros baixos se tornou uma realidade no Brasil. Além disso, os usuários podem gerenciar produtos por meio de um aplicativo móvel. Dessa forma, os clientes têm total controle sobre suas ações e podem até mesmo alterar seus limites.

Microsseguros

Contratação rápida e sem burocracia de seguro de vida, seguro viagem, para automóveis e outros veículos, para empresas e também para residências. 

Investimentos

As fintechs que oferecem esse tipo de serviço disponibilizam o acesso via navegador ou aplicativo de celular, dando maior autonomia para o investidor. Além de ser um atrativo para o público, os aplicativos costumam ser intuitivos, de fácil entendimento e focados na educação financeira do usuário.

Soluções em recebimentos para empresas

Para quem tem um negócio, oferecer diferentes formas de pagamento aos seus clientes é fundamental. As fintechs fornecem aos empreendedores essas soluções, como a emissão de documentos bancários vinculados às suas próprias contas digitais, muitas vezes com documentação ilimitada e taxas mais baixas que se aplicam apenas à sua remuneração.

Negociação de dívidas

Através de alguns aplicativos é possível, somente com o CPF, averiguar as dívidas em nome de uma pessoa. O próximo passo realizado pela fintech é a intermediação entre credores e devedores, o que pode ocorrer por email, redes sociais e até mesmo por mensagens instantâneas. Uma vez que as partes chegam a um consenso sobre as melhores condições de negociação do débito, o acordo é fechado 

Gestão financeira

As fintechs disponibilizam aplicativos para que os usuários consigam organizar melhor os gastos e gerenciar seu dinheiro de maneira facilitada. Já para as empresas, o conceito de gestão financeira é aplicado integralmente, com controles automatizados sobre receitas e despesas, fluxo de caixa, conciliação bancária, emissão de notas fiscais e integração contábil são realizadas a partir de plataformas online.

Este artigo foi útil? Aproveite para conhecer as soluções da Infracommerce!

Fale com um especialista

Leia também

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Já ouviu falar da estratégia multi warehouse? Essa é uma das soluções para ter um Fulfillment gerenciado. Entenda como funciona o processo e como aplicar.

Acessar
Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Veja as diferenças entre marketplace e marketing digital. Duas modalidades ideais para qualquer negócio online ter sucesso no processo de vendas.

Acessar
Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evitar a ruptura de estoque no seu negócio utilizando os serviços da InfraLog. A solução Infracommerce que disponibiliza a gestão completa do seu estoque!

Acessar

Explore todos os assuntos do Blog

Revolucione sua
Customer Experience!


Descubra qual solução Infracommerce é a ideal para o sucesso do seu negócio.

Preencha o formulário abaixo que nossa equipe
entrará em contato para mais informações








Obrigado! Seu contato foi enviado com sucesso!
Oops! Algo deu errado, tente novamente.