B2C B2C C2C: entenda esses conceitos

B2C B2C C2C: entenda esses conceitos

O mundo do e-commerce é vasto. Embora permita que você compre em grandes lojas como GSN Suplementos, você também pode comprar de estranhos em plataformas como OLX ou Facebook.

Essas diferenças formam os mais diversos tipos de comércio eletrônico, cada um com suas características e formas de se relacionar com o consumidor final.

Portanto, o objetivo da criação de siglas é explicar o tipo de negócio que cada loja online realiza. Para melhor entender tudo isso, vamos explicar cada um deles para você:

B2B (Business to Business)

Traduzido literalmente como “de empresa para empresa”, neste modelo, temos duas empresas que fazem negócios entre si.

Portanto, esse tipo de e-commerce concentra fabricantes, atacadistas, distribuidores, importadores e indústrias, tais como:

  • Um importador que vende para lojistas;
  • Um fabricante de peças automotivas que vende para montadoras.

A maior diferença nesse modelo de negócios é a forma como vende. Normalmente os produtos são adquiridos em grandes quantidades e os descontos são negociados entre as empresas, tornando o relacionamento cada vez mais próximo.

Em outras palavras, você pode fortalecer esses relacionamentos, aumentar a confiança e depois revendê-los.

B2C (Business to Consumer)

É o modelo de venda mais clássico do e-commerce, "da empresa ao cliente".

Aqui, as vendas são direcionadas ao cliente final, o indivíduo que consome o produto ou serviço.

Por exemplo:

  • Quando um cliente compra ingresso de cinema online;
  • Quando uma mãe compra papel de parede para decorar o quarto do filho.

São vendas simplificadas e não há muita burocracia no processo.

Nessas transações, o relacionamento com o cliente costuma ser mais curto e pontual, e o cliente fará compras frequentes de acordo com o tipo de produto vendido na loja ou de acordo com as próprias necessidades do cliente.

Para que os clientes retornem e mantenham a continuidade do processo de (re) vendas, é necessário pesquisar tecnologia que fortaleça essas relações e ofereça um atendimento de excelência.

C2C (Costumer to Costumer)

Lembra do exemplo que demos no início do artigo sobre pessoas vendendo em plataformas como OLX? Portanto, é aqui que se adequa, da venda individual para individual, ou seja, "do consumidor para o consumidor".

Como exemplificamos, este tipo de comércio eletrônico não opera "individualmente", sendo necessária uma determinada plataforma ou empresa para mediar as negociações entre os consumidores.

Os exemplos mais famosos são:

  • OLX;
  • Anúncios em Redes Sociais;
  • Ebay.


Portanto, por se tratar de um mercado informal, os produtos comercializados neste modelo podem variar de antigos a novos, os preços e formas de transporte são definidos pelos próprios consumidores, esses valores podem ser negociados com flexibilidade e as duas partes estão mais próximas.

B2B2C (Business to Business to Costumer)

Devido ao agrupamento dos modelos B2B e B2C, esse e-commerce formou uma cadeia de vendas "business-to-business-to-consumer". Mais precisamente: o processo pelo qual uma empresa vende produtos para uma empresa no modelo B2B, enquanto outra empresa vende produtos ao consumidor final no modelo B2C.

Portanto, esse processo existe para não excluir os varejistas do processo de compra.

Por exemplo: se um cliente comprar diretamente de um fabricante, o varejista que coopera com a marca será excluído do processo de compra, o que gerará conflitos entre as empresas.

Portanto, nesse modelo, os fabricantes contam com o apoio dos varejistas para vender e divulgar seus produtos, formando parcerias dentro do setor.

Também no e-commerce, podemos nos referir ao mercado como um modelo de negócios B2B2C, pois os varejistas estão usando uma plataforma de terceiros (outra empresa) para vender seus produtos, gerar receita para os varejistas e para o mercado e obter um determinado percentual de vendas.

Esperamos que nosso post tenha esclarecido todas as suas dúvidas sobre os principais tipos de e-commerce. Para conhecer todas as nossas novidades, acompanhe nossos artigos.

Conheça nosso LinkedIn!

Fale com um especialista

Leia também

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Já ouviu falar da estratégia multi warehouse? Essa é uma das soluções para ter um Fulfillment gerenciado. Entenda como funciona o processo e como aplicar.

Acessar
Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Veja as diferenças entre marketplace e marketing digital. Duas modalidades ideais para qualquer negócio online ter sucesso no processo de vendas.

Acessar
Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evitar a ruptura de estoque no seu negócio utilizando os serviços da InfraLog. A solução Infracommerce que disponibiliza a gestão completa do seu estoque!

Acessar

Explore todos os assuntos do Blog

Revolucione sua
Customer Experience!


Descubra qual solução Infracommerce é a ideal para o sucesso do seu negócio.

Preencha o formulário abaixo que nossa equipe
entrará em contato para mais informações








Obrigado! Seu contato foi enviado com sucesso!
Oops! Algo deu errado, tente novamente.