5 Dicas para Criar um Marketplace

5 Dicas para Criar um Marketplace

Criar um marketplace não está na lista de ‘’Tarefas mais fáceis do Mundo’’, mas esse tutorial é perfeito para você. Continue a leitura para saber mais!

Para começar, criar um Marketplace demanda muitos desafios que precisam ser encarados com estratégias concretas. Contudo, é aquela história...quanto maior a dificuldade, maior o retorno, não é verdade?

Os marketplaces tanto são uma realidade que startups como Uber, Airbnb e Mercado Livre (apenas para citar algumas), são modelos de negócios baseados em Marketplace. Nos dias atuais, essas são empresas bilionárias, isso porque o marketplace é escalável e repetível para qualquer lugar do mundo.

E você, também sonha alto e quer criar um marketplace? Este conteúdo é perfeito para você!

5 Dicas para criar um Marketplace

1. Conheça seu mercado

O primeiro passo é conhecer o mercado que você está entrando, para saber se é viável criar um marketplace. Por mais que você já esteja trabalhando na área, conheça os atores envolvidos em cada etapa da jornada de compra/venda. Até porque, você deve saber responder algumas perguntas, como:

  • Qual o nicho desse mercado que vou começar a atender?
  • Qual o tamanho desse mercado?
  • Qual a tendência de crescimento no digital?

Para isso, faça buscas no Google algumas notícias de portais confiáveis. Geralmente, a imprensa sintetiza esses dados com base em fontes que têm credibilidade no mercado.

Outra sugestão é ir a associações, instituições de pesquisa, sindicatos, ou algum tipo de empresa que organiza aquele mercado. Essas empresas têm pesquisas prontas, que facilitam esse processo.

Por último, utilize o Google Trends e o Google Adwords Keyword Planner. Essas ferramentas servem para verificar o volume de buscas de palavras-chave relacionadas ao seu mercado. Além de ser possível saber a concorrência e o custo de palavras-chave. Isso vai te auxiliar na hora de dimensionar o tamanho da oportunidade. E, então, decidir se vale a pena criar um Marketplace no nicho que você estava planejando.

Uma coisa importante de destacar desse primeiro passo é confirmar se existe mercado e se ele está crescendo (principalmente no online). Além de descobrir qual nicho desse mercado têm maior potencial para você criar um Marketplace.

2. Saiba a Persona dos Vendedores

Ao criar um Marketplace, a maioria dos empreendedores enfrentam uma dúvida comum: devo focar primeiro em atrair clientes ou vendedores para a plataforma? A resposta é simples. Se você não tem o que vender no seu Marketplace, obviamente os consumidores não vão conseguir comprar/contratar nada.

Sendo assim, o primeiro passo para criar um marketplace de sucesso é começar pelos seus vendedores. Sejam empresas, lojas ou pessoas físicas, são esses negócios que vão colocar produtos à venda no seu Marketplace (estilo Mercado Livre).

Porém, você também pode ter Prestadores de Serviço na sua plataforma. Eles cadastram seus serviços e ficam à disposição para serem contratados (assim como o Uber). Existe ainda um terceiro modelo, que é o prestador de serviço que oferece o aluguel de algo, como um equipamento ou espaço físico (tipo Airbnb).

Nesta fase, você precisa estabelecer a sua persona de maneira específica. A Persona é o seu perfil de cliente. Assim que isso estiver definido, fica mais fácil listar as dores/necessidades dos seus Vendedor/Prestadores de Serviço.

Não se esqueça também de que, após desenhar a sua Persona, será necessário validar se aquilo que você imaginou condiz com a realidade. Então, após definir a Persona dos Vendedores, a recomendação é ir para a rua e fazer entrevistas presenciais e formulários online de pesquisa. 

Dessa forma, você pode entender se as hipóteses se confirmam. Ou, se vai ser necessário ajustar alguma definição da sua Persona para ficar de acordo com a realidade.

3. Defina a Persona dos Compradores

Outro fator importante para criar um marketplace de sucesso é definir a Persona de Compradores. Em resumo, quem é o seu cliente específico, que irá comprar/contratar no seu Marketplace.

É importante refletir sobre qual nicho de mercado tem maior potencial de utilizar a sua solução. Isso para resolver os problemas/necessidades que esse nicho já tem hoje.

No começo, priorize um mercado existente, que já compra no comércio digital e que você está trazendo uma oportunidade de comprar no digital. Você terá mais chances de sucesso ao criar um marketplace se você digitalizar um mercado que já existe. Contudo, criar um novo mercado também pode ser uma grande oportunidade de negócios. Além de criar sua Persona de Compradores, descubra os canais em que você encontra mais facilmente esse perfil de usuário. Avalie tanto os canais online, quanto offline. Por exemplo, digamos que a sua persona é um(a) universitário(a). Você pode encontrá-los em universidades EAD, ou em sites de vagas para estagiários no online.

E, assim como você fez no passo anterior, vá para a rua e confirme se as hipóteses condizem com a realidade.

Criar um marketplace B2B, é mais fácil de monetizar inicialmente. Afinal, muitas empresas já têm orçamento para a compra de produtos/serviços offline. Dessa forma, com o seu marketplace, você poderá oferecer uma solução mais simples. Ou seja, as organizações acabam economizando recursos e tempo.

Infelizmente, o ponto negativo é que, dependendo do mercado, o ciclo de venda/negociação com uma empresa é maior. Ainda assim, normalmente vale a pena criar um Marketplace com foco no público empresarial. E, depois, expandir para os consumidores finais, que também compram diretamente o tipo de produto/serviço da sua plataforma.

4. Escolha sua Plataforma de Marketplace

Nessa fase para criar um marketplace de sucesso, você já está com o seu modelo de negócios praticamente definido. Agora, é necessário colocá-lo em operação, não é mesmo?

Para colocar o marketplace no ar, você tem duas opções. A primeira é contratar um programador para desenvolver uma plataforma do zero. Mas, não indicamos que você perca tempo e dinheiro fazendo dessa forma.

A outra alternativa é utilizar uma plataforma marketplace pronta. Nesse caso, basta fazer a personalização. Ou seja, você consegue criar um Marketplace mais rápido e barato.

A plataforma da Infracommerce foi desenvolvida com o objetivo de otimizar seu e-commerce, resultados e métricas, com toda dinâmica do Full Service . Tendo a missão de gerar mais vendas e conversões através de uma plataforma multicanal, com disponibilidade 24h, além de soluções modernas e únicas no mercado brasileiro.

5. Estratégias para atrair Vendedores e Compradores

Após ter definido a plataforma ideal, que está pronta para sua operação, perfeito! O grosso da lição de casa foi feita. Agora, é hora de colocar o bloco na rua, ou melhor, seu negócio, e atrair seus vendedores e compradores. Isso, nós chamamos de gerar oferta e demanda.

O foco do seu marketplace, mesmo que seja uma ideia boa, não deve ser o marketing exacerbado. Deixe para focar nisso quando o seu público alvo estiver por dentro sobre suas ofertas. 

O primeiro passo aqui é testar os canais de aquisição orgânicos, sem investir em mídia paga. Assim, poderá aprender rápido e barato como funciona uma estratégia para atrair seu público.

Criar um marketplace é com a Infracommerce! 

Diferencie-se de seus concorrentes, melhore seus níveis de serviço de entrega, exceda as expectativas de seus clientes e promova relacionamentos mais fortes com os consumidores com o ecossistema da Infracommerce.

Por meio de diversas soluções combinadas de estratégia logística, personalização, rotas otimizadas, Centros de Distribuição pelo Brasil, tecnologia de rastreamento e atendimento ao cliente 24 horas, você pode melhorar a operação de sua cadeia de suprimentos e garantir que seu programa de entrega esteja alinhado às necessidades de seus clientes, tudo isso 7 dias por semana.

Conte com a Infracommerce para aplicar o criar um marketplace em seu negócio! O nosso ecossistema digital é baseado nas seguintes soluções: Infrashop, Infradata, Infrapay, Infralog e Infradigital

Entre em contato para conhecer nossas soluções!

Fale com um especialista

Leia também

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Multi Warehouse Fulfillment Gerenciado: O que é?

Já ouviu falar da estratégia multi warehouse? Essa é uma das soluções para ter um Fulfillment gerenciado. Entenda como funciona o processo e como aplicar.

Acessar
Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Existe diferença entre marketplace e marketing digital?

Veja as diferenças entre marketplace e marketing digital. Duas modalidades ideais para qualquer negócio online ter sucesso no processo de vendas.

Acessar
Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evite ruptura de estoque com soluções InfraLog

Evitar a ruptura de estoque no seu negócio utilizando os serviços da InfraLog. A solução Infracommerce que disponibiliza a gestão completa do seu estoque!

Acessar

Explore todos os assuntos do Blog

Revolucione sua
Customer Experience!


Descubra qual solução Infracommerce é a ideal para o sucesso do seu negócio.

Preencha o formulário abaixo que nossa equipe
entrará em contato para mais informações








Obrigado! Seu contato foi enviado com sucesso!
Oops! Algo deu errado, tente novamente.